Alguns anos atrás, a disputa entre assistentes virtuais escolheu seus competidores e hoje temos o Google Assistant, a Siri e a Alexa como os principais nomes nesse mercado. Embora a evolução tenha sido tremenda por parte dos “concorrentes”, a Alexa ainda busca o papel de assistente universal ao sugerir que vai implementar a função de abrir aplicativos tanto no Android quanto no iOS.

Veja também:

A nova função se chama Alexa for Apps e foi lançada de forma prévia para desenvolvedores, o que significa que alguns poucos sortudos estão trabalhando junto da Amazon para desenvolver as primeiras limitações e escolher como o aplicativo fará uso dessa nova possibilidade.

O aplicativo funcionaria com o Alexa for Apps captando os comandos e então redirecionando para uma “skill” que realizaria as ações e colocaria o resultado na tela do telefone. As skills seriam a parte em que os desenvolvedores implementariam ou atualizariam funções já existentes na assistente para se adaptar a esse novo tipo de interação.

alexa
Total de “skills” da Alexa disponíveis em cada país em janeiro de 2019. Foto: Reprodução/voicebot.ai

Essa iniciativa provavelmente visa não apenas intensificar o uso da assistente em celulares e tablets como também em se tornar uma porta de entrada para o ecossistema de dispositivos inteligentes da empresa — como os Echo Dots que estão lentamente chegando a um preço mais acessível para o consumo em massa.

A competição é mais difícil par a Alexa levando em conta que tanto Siri quanto o Google Assistant são bastante integrados em seus respectivos sistemas. Muitos outros desafios de segurança e privacidade ainda estão pela frente, mas valeria a pena ter uma casa superconectada com o controle no bolso o tempo todo.