Assassin’s Creed Valhalla é o novo capítulo da franquia mais famosa da Ubisoft. Situado no século IX, os jogadores têm de se preparar para uma épica aventura viking pela Inglaterra e seus diversos reinos da época, explorar lugares históricos famosos como Stonehenge, expandir a cultura viking no mundo bretão e muito mais. O game chegará ao mercado em 17 de novembro. Enquanto esta data não chega, que tal conferir algumas informações e curiosidades já divulgadas sobre o game?

Veja também:

Protagonista masculino ou protagonista feminina?

Qual Eivor você escolherá? Foto: Divulgação/Ubisoft.

Em Assassin’s Creed Odyssey, os jogadores podem escolher jogar com a Kassandra ou com Alexios na Grécia Antiga. Apesar disso, a história oficial e os eventos do game são canonizados com a Kassandra.

Em Valhalla, o público jogará com Eivor e poderá escolher entre o gênero masculino ou feminino. Diferente do seu antecessor, em que um personagem é oficial e outro não, a Ubisoft confirmou que as duas versões de Eivor serão oficiais. Ela não explicou como isso afetará o enredo do game, porém não será nada que afetará a gameplay. Um vídeo publicado na internet mostra que é possível alternar entre as duas versões do personagem a qualquer momento.

Plataformas disponíveis

assassin's creed valhalla
Será possível invadir aldeias com os barcos. Foto: Divulgação/Ubisoft.

Estamos chegando ao final da atual geração de consoles com o Xbox One e PlayStation 4 (PS4). Com isso, é muito comum que os jogos parem de ser desenvolvidos e lançados para os atuais videogames e comecem a sair apenas para as vindouras plataformas — Xbox Series X e PlayStation 5 (PS5).

Valhalla está no que chamamos de transição de geração e será um título cross-gen. Isto significa que ele será lançado tanto para a atual quanto para a próxima geração de consoles. No dia 17 de novembro, quando o jogo estreia mundialmente, ele estará disponível para Xbox One, PlayStation 4, PC e Google Stadia. Assim que o PlayStation 5 (PS5) e o Xbox Series X tiverem datas de lançamento confirmadas, o jogo também terá uma previsão para estrear nas novas plataformas.

Side Quests e Atividades Extras

assassin's creed valhalla
As missões secundárias existem, porém estão diferentes. Foto: Divulgação/Ubisoft.

Tanto AC Origins quanto AC Odyssey elevaram a quantidade de missões paralelas em seus respectivos títulos, com destaque para o mais recente. Entretanto, as side quests acabaram sendo muito repetitivas e cansativas em alguns momentos, mesmo tendo uma história bacana por trás delas.

O novo game da saga resolveu dar uma abordagem diferente para as missões secundárias. Elas foram substituídas por eventos no mundo, similar com o que temos em Red Dead Redemption 2.

Elas serão rápidas e objetivas: o jogador não terá que encontrar um personagem que vai entregar a missão. Pelo contrário, ele estará caminhando pelo mapa e espontaneamente encontrará alguém com alguma dificuldade. Essa decisão foi tomada para ter mais sentido na história, pois os vikings estão invadindo as terras da Inglaterra e não teria muito sentido um saxão pedindo ajuda para um “estrangeiro hostil”.

Finalizações à lá Mortal Kombat

assassin's creed valhalla
O combate em Valhalla será visceral. Foto: Divulgação/Ubisoft.

Na franquia Mortal Kombat, temos os golpes Crushing Blow e Fatal Blow. Eles são golpes brutais e letais, pois perfuram órgãos internos e quebram ossos fazendo com que a vitalidade do adversário seja bastante reduzida.

Assassin’s Creed Valhalla se inspirou nesses especiais de MK e terá em sua gameplay uma espécie de X-Ray também. Em um dos recentes trailers divulgados, temos uma cena em que Eivor pula em cima do inimigo e acaba o perfurando, logo em seguida é mostrado como ficou o interior do corpo do oponente. Caso você ache que esse X-Ray não combine com a franquia Assassin’s Creed, não se preocupe, será possível ativá-la ou desativá-la.

Acampamentos

assassin's creed valhalla
O acampamento será uma parte importante do game. Foto: Divulgação/Ubisoft.

Os assentamentos serão as bases dos jogadores. Como os vikings estão em uma terra estrangeira e são considerados hostis, sem uma possibilidade de paz entre os povos, eles terão que viver em acampamentos pela Inglaterra.

Os jogadores serão responsáveis por gerenciá-los. Será possível criar estabelecimentos, tais como ferreiros e estúdios de tatuagem, que serão importantes para o gamepaly; participar de atividades, tais como batalhas de insultos, de bebidas e pesca; coletar recursos para os assentamentos e recrutar pessoas para morar lá; descobrir informações valiosas para as missões e muito mais.

Modo Online

assassin's creed valhalla
Poucas informações sobre o online foram divulgadas. Foto: Divulgação/Ubisoft.

Ao que tudo indica, Assassin’s Creed Valhalla terá algum modo multiplayer. Não será como em Assassin’s Creed Unity que tem o modo cooperativo, pois foi confirmado que Valhalla será totalmente uma experiência single player.

Segundo a descrição no site oficial da Ubisoft, os jogadores poderão personalizar um invasor e mandá-lo para algumas incursões com outros jogadores. Também será possível recrutar os invasores de outras pessoas, porém essa mecânica ainda carece de detalhes.

Assassin’s Creed Valhalla parece promissor. O game incluirá acertos de Odyssey e resgatará alguns elementos dos antigos títulos da série. Agora, resta saber se a mecânica de RPG e mecânicas de outrora da saga foram bem balanceadas neste game. Mas uma coisa é certeza: a Ubisoft abraçou o RPG na franquia, mesmo tendo afastado alguns jogadores, e parece que essa relação será bem duradoura.