Início ESPORTS DotA 2 CBDota volta a chamar a atenção com times engraçados

CBDota volta a chamar a atenção com times engraçados

Quem acompanhou a primeira edição do Campeonato Brasileiro de Dota 2 — CBDota — deve se recordar dos nomes curiosos das equipes participantes. Para a alegria dos torcedores, a segunda edição não ficou para trás nesse quesito e voltou a chamar a atenção do público.

Leia também:

Oito equipes participam da primeira semana do campeonato e, junto de nomes conhecidos como paiN Gaming, NoPing e-sports e Real Deal Esports, temos cinco equipes com nomes menos usuais: Team Visagerino, Motoca 123, e Vira-Lata Caramelo que participaram da primeira edição, além de GADO BUFFADO e Sexy_Monkeys.

CBDota
Times participantes da segunda edição do CBDota. Imagem: Liquipedia/Reprodução

A equipe da NoPing já está na grande final e aguarda o vencedor entre paiN Gaming e Vira-Lata Caramelo pela final da Lower Bracket. Ambos os jogos serão no dia 15 de fevereiro, após a qualificatória aberta da ESL One LA 2020. A escalação dos times participantes é a seguinte:

Escalação dos times da segunda edição do CBDota. Imagem: Liquipedia/Reprodução

O The Squad continuará acompanhando todas as novidades do cenário competitivo de DotA 2, então continue acessando o portal diariamente.

Kahlil Schwanka Salome
Redator de esports no The Squad e (quase) doutor em Química que divide esta paixão com a paixão pelos esportes eletrônicos. Me segue no twitter novo!

CBDota volta a chamar a atenção com times engraçados

Gado Buffado, Vira-Lata Caramelo e Motoca 123 são alguns dos nomes.

CBLoL: Flamengo sozinho na liderança, INTZ e Kabum dividem lanterna

As partidas voltam a acontecer em 15 de fevereiro.

Kefla e Goku com Instinto Superior são destaques em trailer de Dragon Ball FighterZ

A nova temporada apela aos fãs de Dragon Ball Super.

CBLoL: quinta rodada tem primeira vitória da Kabum e Soraka top

A primeira fase está quase chegando ao fim.

WhatsApp Pay recebe sinal verde de órgão regulador na Índia

O acesso será limitado, inicialmente, a 10 milhões de pessoas no país.