Início TECH

Como baixar Windows 11 atualizado de graça

Depois do lançamento do Windows 10 em 2015, muita gente achou que a Microsoft tinha colocado um fim na ideia de versões, mas fomos surpreendidos com o lançamento do Windows 11 no ano de 2021. Apesar de ser uma atualização gratuita, a quebra de expectativa e mudança de visual da nova versão atraiu muita atenção. A seguir, você confere como baixar o Windows 11 atualizado de graça e como instalar mesmo em computadores não compatíveis, burlando exigência de TPM 2.0 e processadores.

Veja também:

Antes de mais nada, vamos aprender como baixar o novo sistema pra instalar no seu computador. Foto: Divulgação/Microsoft

O primeiro passo é acessar o site oficial de download do Windows 11. Neste link, você tem três opções: o assistente de instalação; a ferramenta de criação de mídia de instalação; e a imagem ISO. Cada uma é adequada para uma situação específica. O assistente de instalação é mais adequado para fazer o upgrade de um computador com o Windows 10 para o Windows 11, enquanto a criação de mídia e a imagem são mais adequadas para uma reinstalação ou uma instalação limpa do sistema operacional.

Cada opção terá um botão de “baixe agora” pra clicar depois de ver os requisitos de instalação na seção “antes de começar”. Foto: Divulgação/Microsoft

Assistente de Instalação

Depois de ler os requisitos para começar a instalação pelo assistente, o aplicativo segue um de dois caminhos: se ele identificar automaticamente que seu computador é compatível com os requisitos do novo sistema, ele já mostra diretamente uma tela de “aceitar e instalar”, bastando prosseguir e deixar o sistema se encarregar do resto.

Se estiver tudo em ordem, basta pedir pra instalar que o computador irá atualizar com poucos cliques em alguns minutos. Foto: Reprodução/Pureinfotech

Caso o assistente não consiga identificar automaticamente, ele vai pedir pra instalar o app de verificação de saúde do PC, dentro qual é preciso clicar no botão de “checar agora”. Caso você receba a confirmação de que seu computador preenche os requisitos, basta voltar para o assistente e continuar a instalação normalmente.

Ferramenta de Criação de Mídia

No caso da ferramenta de criação de mídia, você pode criar um pendrive que pode ser usado como instalador ou baixar uma imagem ISO do sistema. Essa opção tem a vantagem de não depender de uma conexão ativa com a internet (depois de baixar a imagem, claro) e servir para instalar o sistema do zero. Primeiramente, você deve abrir a ferramenta, aceitar os termos de uso e a primeira tela exibe as opções recomendadas de idioma e versão do Windows para ser adicionada ao instalador.

A maior parte do trabalho é prestar atenção pra não formatar um pendrive errado sem querer. Foto: Eric de Oliveira Sousa

Depois disso, você deve colocar um pendrive em uma das portas USB do computador. O pendrive deve ter ao menos 8 GB de espaço e será formatado, então faça o backup de arquivos que deseja salvar. Na tela seguinte, você deverá selecionar o pendrive escolhido e avançar para que a imagem do sistema seja gravada no pendrive, que será usado para instalar o Windows 11 no seu computador.

Arquivo ISO

A ideia do arquivo de imagem ISO é exatamente a mesma do pendrive bootável, porém você deve gravá-lo em um pendrive usando um outro programa como o Rufus ou criar uma mídia em disco usando um gravador aliado ao próprio Windows ou um programa de terceiros.

Mas e se o computador não for compatível?

Uma das maiores decepções de muita gente é que o requisito do módulo de segurança TPM 2.0 para a instalação do Windows 11. Apesar de trazer segurança ao sistema, ele também eliminou a compatibilidade da grande parte dos computadores que rodam Windows 10.

Depois da comunidade se mexer e dar um jeito de contornar o bloqueio, a própria Microsoft decidiu mostrar como fazer isso. Primeiramente, você precisa abrir o “Editor do Registro”. Para começar, pressione as teclas “Windows” e “R” e digite “regedit” para executar.

É possível burlar as restrições de upgrade do Windows 11, mas, mesmo com esse truque, nem todos os PCs serão compatíveis. Foto: Reprodução/Tecmundo

Depois de abrir o editor, acesse a chave “HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\Setup\MoSetup”, navegue nas pastas e clique duas vezes no arquivo “AllowUpgradesWithUnsupportedTPMOrCPU”. A janela do editor irá se abrir e você precisa mudar o valor de zero (0) para um (1), como demonstrado na imagem acima. Depois disso, uma variedade maior de computadores aceitará o upgrade, mas não garante que o seu tenha essa possibilidade.

Caso o arquivo não exista, basta criá-lo conforme as especificações a seguir:

  • Chave do Registro: HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\Setup\MoSetup
  • Nome: AllowUpgradesWithUnsupportedTPMOrCPU
  • Tipo: REG_DWORD
  • Valor: 1
Cuidado pra não escolher errado porque você pode estragar seriamente seu sistema mexendo nos registros. Foto: Eric de Oliveira

Para tentar novamente o upgrade depois da mudança de registro, basta seguir o passo a passo do criador de mídia e lembrar de salvar todos os seus arquivos. Existe a opção fazer o upgrade mantendo os arquivos e aplicativos, mas a ideia é manter seus dados a salvo sempre como prioridade.

SEM COMENTÁRIOS

Sair da versão mobile