Alguns anos atrás, a Sony encerrou uma parceria com o Crunchyroll em que o serviço de streaming fazia licenciamento cruzado de conteúdo com o Funimation. Depois do fim da parceria, cada um foi para o seu lado e agora a empresa japonesa dá sinais de interesse em um dos serviços de animes mais famoso do mundo.

Veja também:

De acordo com o Tecmundo, atualmente o Crunchyroll faz parte da Otter Media, uma joint venture que faz parte da gigante de comunicações americana AT&T. O serviço está sendo vendido pelo preço de 1,5 bilhão de dólares, que a Sony obviamente achou um tanto salgado. O preço original de compra foi de “apenas” 100 milhões na aquisição em 2013.

Muita coisa mudou nesses anos de Crunchyroll e uma dos maiores investimentos da empresa atualmente é na produção de conteúdo original, seguindo a tendência do mercado de serviços de streaming. Já houve várias coproduções e lançamentos totalmente originais que conquistaram o público e dão todos os sinais de um investimento que está dando resultados, incluindo o recente The God of High School.

crunchyroll sony
O Funimation está buscando se expandir e também está sob o “guarda-chuva” da Sony. Foto: Reprodução/ProtocoloXP

A Sony já teve uma outra história de aquisição de plataforma de animes na época do auge das TVs por assinatura que não acabou bem para os fãs. Agora, a impressão que fica é que, com o avanço do Funimation chegando à América Latina e a possível aquisição do Crunchyroll, novamente haverá um quase monopólio da Sony na indústria de animes fora do Japão.

Será que a Sony vai de fato conseguir comprar o Crunchyroll? A história vai se repetir? A compra do Crunchyroll pela Sony é algo bom ou ruim? Este passo deve influenciar não somente os animes, mas também todo um mercado que gira em torno deles e desperta grandes paixões nas pessoas.