Início ESPORTS CS: GO MIBR é desqualificada e Dead é banido por uso de bug na...

MIBR é desqualificada e Dead é banido por uso de bug na ESL One Road to Rio

Nesta segunda-feira (31), a ESL divulgou uma nota informando que algumas punições serão aplicadas a treinadores e seus respectivos times por abuso de um bug no Counter Strike: Global Offensive (CS:GO). Dentre os técnicos banidos, Dead recebeu a punição de seis meses sem poder jogar ou atuar como técnico em competições, além da perda de pontos e premiações da MIBR no torneio ESL One Road to Rio Americas.

Leia também:

Recentemente, foi descoberto um bug no CS:GO em que, após alguns passos, era possível para o técnico dos times virar um espectador em qualquer lugar do mapa sem que ninguém percebesse. O técnico então poderia ter a visão dessa área e comunicar ao time durante as rodadas para auxiliar na tomada de decisões.

Siga o The Squad no Twitter e fique por dentro das novidades!

Após a análise das partidas das competições da ESL e da DreamHack nos últimos meses, a ESL identificou os abusos do bug pelos seguintes técnicos:

  • Dead (MIBR) na ESL One Road to Rio em 1 round de 1 mapa;
  • MechanoFun (Hard Legion) na ESL One Road to Rio em 6 mapas de 3 partidas;
  • HUNDEN (Heroic) na DreamHack Masters Spring em 10 rounds de 1 mapa.

Após a detecção desse abuso, a ESL, juntamente com a ESIC (Esports Integrity Commission – Comissão de Integridade nos Esports) determinou as punições para cada técnico e seus respectivos times. Os técnicos serão banidos por um tempo determinado e não poderão atuar em competições. As punições foram:

  • Dead por 6 meses;
  • MechanoGun por 24 meses;
  • HUNDEN por 12 meses.

A MIBR se manifestou via Twitter e afirmou que irá conduzir investigações enquanto Ricardo Sinigaglia está suspenso pela organização.

Os três times serão desqualificados de maneira retroativa dos torneios que participaram, perderão os pontos da ESL Pro Tour para os torneios em questão e perderão também o prêmio em dinheiro dos respectivos torneios. Quanto aos pontos do Regional Major Ranking (RMR), classificatório para o Major do Rio de Janeiro, a Valve é quem decidirá se as equipes serão penalizadas ou não.

A ESL informa também que os times já foram notificados das punições, assim como outros organizadores de torneios. Já a ESIC afirmou que aplicará outras sanções de acordo com o próprio código de conduta, que é aplicado aos torneios da ESL. As punições da ESIC são aplicadas a todos os torneios de membros da organização e não somente a torneios da ESL e da DreamHack.

Finalizando a nota, a ESL afirma que outros técnicos avisaram a organização deste bug, mas que não foi detectado nenhum abuso em partidas oficiais. Veja a nota completa aqui.

Kahlil Schwanka Salome
Redator de esports no The Squad e doutor em Química que divide esta paixão com a paixão pelos esportes eletrônicos. Me segue no twitter novo!

Team Vikings vence X10 na estreia do Masters Reykjavík

Fazendo sua estreia no primeiro campeonato internacional de Valorant, a Team Vikings conseguiu vencer seu oponente na forma da X10 Esports, em...

Evento dedicado a Sonic the Hedgehog acontece nesta quinta-feira (27)

A SEGA promete revelar projetos, parcerias e outras novidades.

Horizon Forbidden West é foco de novo State of Play nesta quinta-feira (27)

Os fãs poderão acompanhar um gameplay de 14 minutos.

Final Fantasy Origin é suposto Souls-like em desenvolvimento para PS5

Novo jogo estaria a cargo do time de Nioh e pode ser anunciado na E3 2021.

Marvel Studios divulga primeiro trailer de Eternos; assista

O filme é muito aguardado pelos fãs e estreia já em novembro de 2021.