O anime de Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba tem retorno marcado para o dia 10 de outubro com a exibição dos eventos do arco do Trem Infinito. Segundo detalhes divulgados pelo estúdio Ufotable neste sábado (25), o filme de 2020 será adaptado ao formato episódico, com sete episódios no total. Na sequência, em 5 de dezembro, serão exibidos os episódios inéditos da segunda temporada do anime, que retrata o arco do Distrito do Entretenimento, começando com um especial de uma hora. Será possível assistir através do Crunchyroll, com legendas em português do Brasil.

Veja também:

demon slayer
Novo pôster promocional do anime de Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba destaca o arco Mugen Train. Foto: Divulgação/Ufotable

As novidades foram divulgadas em comemoração à primeira exibição do filme Mugen Train na televisão japonesa. O longa-metragem, vale lembrar, quebrou recordes no mundo todo, sendo considerado o filme de maior bilheteria de 2020. O filme arrecadou mais de meio bilhão de dólares mundialmente, com mais de 41 milhões de ingressos vendidos. O desempenho chama ainda mais a atenção devido às medidas de distanciamento social que foram adotadas como tentativa de controlar a propagação de Covid-19 em vários países, incluindo o Japão.

Siga o The Squad no Twitter e fique por dentro das novidades!

Uma nova arte também foi revelada para promover o lançamento dos novos episódios. Além disso, foram confirmados os artistas responsáveis pelos novos temas de abertura e encerramento. No arco do Mugen Train, LiSA retorna com as músicas Akeboshi e Shirogane. Já no arco seguinte, Aimer será responsável pelas músicas Zankyosanka e Asa ga Kuru.

A produção continua a cargo do estúdio de animação Ufotable, responsável por Fate/Zero e Fate/Stay Night. A direção será de Haruo Sotozaki, que faz seu retorno ao lado de Akira Matsushima como designer de personagens. O elenco da primeira temporada também está de volta, mas com a adição de Katsuyuki Konishi como Tengen Uzui e Miyuki Sawashiro, confirmada como Daki.

O novo trailer pode ser conferido, na íntegra, a seguir: