InícioTECHiPhone 11 americano pode não funcionar em redes 4G do Brasil

iPhone 11 americano pode não funcionar em redes 4G do Brasil

Existem coisas nessa vida que se repetem todo ano e acabam se tornando parte do folclore popular. Campanha de vacinação, gripe quando a estação muda, show do Roberto Carlos e gente que vai aos EUA comprar o novo iPhone. Porém, seguindo a tendência dos últimos anos, o iPhone 11 pode não funcionar no Brasil.

Veja também:

Parece uma fotografia de divulgação mas é a pessoa que importou tentando pegar sinal. Foto: Reprodução/macmagazine.uol.com.br

O grande problema é a internet móvel do novo aparelho funciona com base em frequências que são alteradas conforme as suas necessidade e localização. No entanto, uma das frequências do mercado brasileiro, o 4G de 700MHz, não é suportada pela versão americana do aparelho, que será a primeira a ser comercializada.

De acordo com o diretor de redes da Ericsson, Paulo Bernardocki, o 4G de 700 MHz tem como principal benefício a maior cobertura. Nesta frequência, o sinal fica mais forte, porém com menor velocidade de transmissão de dados — algo importante em um país de grandes dimensões como o Brasil.

O uso desta banda permite uma difusão otimizada dos serviços de 4G, beneficiando os usuários com melhorias na oferta e qualidade. Foto: Reprodução/tecno.americaeconomia.com

Este tipo de rede ainda está sendo implementado no Brasil por usar a frequência que era anteriormente da TV analógica. O principal impacto dessa tecnologia é no uso do celular dentro de prédios e áreas rurais.

Se você está animado para comprar o novo iPhone, pense duas vezes antes de importar dos EUA, pois o próprio Paulo Bernardocki também disse ao TechTudo que “não compraria um smartphone sem o 4G de 700 MHz”.

O que vocês acham? Vale a pena a economia ou, se for comprar um, é melhor esperar a versão nacional?

Eric de Oliveira
Redator de tech e animes no The Squad. Adoro videogames, filmes e séries. O feijão é em cima do arroz e o papel higiênico tem que ficar com a ponta pra fora.