InícioTECHCom sistema de três câmeras, iPhone 11 Pro e iPhone 11 Pro...

Com sistema de três câmeras, iPhone 11 Pro e iPhone 11 Pro Max são anunciados oficialmente

Depois de anunciar o iPhone 11 como um sucessor do XR e com “apenas” duas câmeras da traseira, ficamos todos coçando a cabeça para tentar entender o que aconteceria com os sucessores do XS e XS Max, mas a dúvida durou pouco tempo já que, na sequência, foram anunciadas as duas versões do iPhone 11 Pro.

Veja também: Huawei confirma lançamento do Mate 30 para 19 de setembro

Como esperado, as duas versões são as sucessoras das versões topo de linha do ano passado e são bastante parecidas com excessão do que já esperávamos: a mudança no sistema que agora conta com três câmeras na traseira.

O iPhone 11 Pro conta com uma tela de 5,8 polegadas com tecnologia Super Retina XDR e resolução de 2436×1125, totalizando 458 pixels por polegada. Sua versão maior, o Pro Max, tem tela de 6,5 polegadas, resolução de 2688×1242 e os mesmos 458 pixels por polegada — o que significa uma tela maior com a mesma nitidez.

Impossível olhar pra essa tela e dizer que tá feia, no máximo dá pra encrencar com o notch. Foto: Reprodução/Youtube Apple

De acordo com o CEO da Apple, Tim Cook, o iPhone 11 Pro é feito para consumidores que querem uma “tecnologia mais sofisticada”. As novas versões contam com um acabamento fosco na traseira e chegam em novas opções de cores: verde, o famoso cinza space gray, prata e dourado.

A Apple também fez um upgrade na tela, mudando para um novo tipo de painel OLED que alcança um brilho de até 1200 nits. Ela tem um contraste com taxa de 2 milhões para 1 e é 15% mais eficiente no consumo de energia. O nome da nova tecnologia é Super Retina XDR display.

Ganhar de 4 a 5 horas de bateria é bastante tempo, principalmente se você tem que carregar seu celular durante o dia. Foto: Reprodução/Youtube Apple

Essas mudanças de eficiência na tela aliadas ao novo A13 Bionic deram confiança à Apple de prometer uma autonomia de bateria de até 4 horas a mais no iPhone 11 Pro em relação ao XS e de 5 horas a mais no Pro Max em relação ao XS Max.

No departamento de câmeras, assim como no iPhone 11, as duas versões Pro tiveram o sensor ultrawide adicionado ao conjunto com os mesmos 120 graus de ângulo de visão apresentados na versão padrão.

A estrela da noite, sendo adicionada tanto na versão padrão quanto nos iPhones mais caros, foi a ultrawide. Foto: Reprodução/Youtube Apple

Como jjá foi noticiado no anúncio do iPhone 11, há a presença do Night Mode para ajudar na captura de fotos noturnas com o diferencial de que ele se ativa sozinho em oposição ao visto até agora no Android, onde que a função aparece como um dos botões que o usuário precisa ativar dentro do app da câmera.

De tudo, o mais interessante sobre as funções das novas câmeras que ainda não havia aparecido na apresentação do iPhone 11 foi a tecnologia chamada de “Deep Fusion”. O que ela faz é o seguinte: ela tira quatro fotos menores, quatro imagens secundárias e uma de longa exposição para, então, juntar tudo isso numa imagem só. O resultado é uma imagem que pomete mais detalhes e menos ruído.

De acordo com Phil Schiller, é “ciência maluca de fotografia computacional”. Infelizmente, a função não estará disponível já no lançamento e será adicionada no outono americano em forma de um update de software.

Por fim, houve um upgrade no FaceID para que ele possa captar o rosto do usuário em ângulos maiores e a Apple também finalmente cedeu e adicionará carregadores mais rápidos com capacidade de 18 watts direto na caixa.

Melhor autonomia significa menos tempo na tomada e mais tempo na sua mão. Foto: Reprodução/Youtube Apple

Os novos iPhones 11 Pro e 11 Pro Max entram em pré-venda no dia 13 de setembro no mercado americano com preços a partir de U$ 999 (R$ 4.093,19 em conversão direta) e U$ 1199 (R$ 4.502,91 em conversão direta), respectivamente. Os celulares da pré-venda serão enviados uma semana depois, no dia 20 de setembro.

Eric de Oliveira
Redator de tech e animes no The Squad. Adoro videogames, filmes e séries. O feijão é em cima do arroz e o papel higiênico tem que ficar com a ponta pra fora.