O começo dos anos 2000 foram muito importantes para o mundo dos games, com lançamentos de consoles e jogos que consolidaram a indústria e marcaram uma geração. Em 2001, tivemos alguns momentos marcantes como o lançamento do Game Boy Advance e GameCube (ambos da Nintendo), a entrada da Microsoft na indústria dos games com o Xbox, e a queda da Sega na fabricação de consoles próprios.

Veja também:

Mas 2001 também foi um ano incrível para os jogos. Exatas duas décadas atrás, algumas novas franquias nasceram, enquanto outras tiveram sequências aclamadas. Separamos 10 jogos que se destacaram e completam 20 anos em 2021. Confira a lista abaixo:

RuneScape

jogos
Sucesso até hoje, RuneScape foi um dos destaques dos MMOs em 2001 – Foto: Divulgação/Jagex

O início do século 21 foi marcante para diversos gêneros de games, e o MMORPG foi um deles. Em um mundo pré-World of Warcraft, que viria a ser lançado três anos depois, RuneScape foi um dos lançamentos mais importantes para os MMORPGs de PC em 2001.

Desenvolvido e publicado pelo estúdio britânico Jagex, o jogo não demorou pra se tornar febre entre os amantes de RPGs de fantasia no mundo todo, e se tornou referência para outros estúdios que vieram a desenvolver outros jogos do genêro.

O game possui até hoje uma comunidade fiel e numerosa, principalmente no Old School RuneScape, que é um relançamento de uma versão de 2007 do jogo original, mas que continua recebendo atualizações de melhorias e conteúdo.

Oni

Único jogo lançado pela extinta Bungie West, Oni também comemora 20 anos em 2021 – Foto: Reprodução/uvlist.com/Bungie

Pouco antes de embarcar nas bem-sucedidas franquias Halo e Destiny, a desenvolvedora norte-americana Bungie já vinha experimentando o conceito de ação em um mundo futurístico com Oni. Lançado originalmente em janeiro de 2001 para PC e PlayStation 2 (PS2), Oni é um jogo em terceira pessoa inspirado em Ghost in The Shell e Akira.

O jogador controla Konoko, uma agente da polícia que se rebela contra o governo totalitário do qual faz parte e embarca numa jornada de autodescoberta. O jogo se passa na Terra no ano 2032, onde o mundo está tão poluído e inabitável que a humanidade sofre ameaças de extinção.

Oni foi desenvolvido por uma divisão da Bungie chamada Bungie West, que foi desfeita pouco após o lançamento do jogo. O game não foi muito bem recebido pela crítica especializada, e recebeu notas medianas devido à sua dificuldade, história e ambientação com poucos detalhes. Os destaques de Oni ficam no combate, tanto corpo a corpo quanto no tiroteio, e também nas animações dos personagens.

Entretanto, apesar de não ser um dos jogos mais populares de 2001, Oni mantém até hoje uma comunidade fiel de fãs, que até mesmo produziram uma edição especial de aniversário de sete anos do jogo, em 2008. Em 2016, foi revelado que uma sequência de Oni chegou a entrar em produção pela Angel Studios, mas foi cancelada após a Rockstar adquirir o estúdio.

Onimusha: Warlords

jogos
Onimusha: Warlords foi o primeiro jogo de PS2 a alcançar a marca de 1 milhão de cópias vendidas – Foto: Reprodução/Capcom

Após o estrondoso sucesso da série Resident Evil no final dos anos 90, a Capcom quis inovar e propôs o desenvolvimento de “uma versão ninja de Resident Evil”. O projeto não demorou para tomar forma e, em 2001, Onimusha: Warlords foi lançado para PS2.

O jogo, que foi posteriormente lançado para Xbox, foi muito bem recebido por público e crítica, e se tornou o primeiro jogo a vender um milhão de cópias no console da Sony. Onimusha teve duas sequências: Onimusha 2: Samurai’s Destiny (2002) e Onimusha 3: Demon Siege (2004), além de dois spin-offs.

Mais recentemente, em 2019, Onimusha: Warlords recebeu uma versão remasterizada para PS4, Xbox One, Nintendo Switch e PC.

Devil May Cry

Além de Onimusha, 2001 também foi o ano em que nasceu outra importante franquia da Capcom: Devil May Cry – Foto: Reprodução/Capcom

Falando em Onimusha, 2001 também foi o ano de estreia de outra importante franquia da Capcom. O que começou como um projeto de Resident Evil 4 acabou se tornando Devil May Cry.

Hideki Kamiya, diretor do jogo, queria criar um “jogo de ação estiloso”, com um protagonista heroico e descolado. Quando os desenvolvedores chegaram na conclusão que esses aspectos não se encaixavam no tema e no mundo de Resident Evil, Kamiya reescreveu a história do jogo e usou como influência o poema italiano A Divina Comédia, escrita por Dante Alighieri. E é daí que nasceu o nome do protagonista do jogo: Dante. Além disso, o diretor japonês também decidiu com influência do poema que os oponentes seriam demônios, e o protagonista seria um híbrido de humano e demônio.

Lançado originalmente para PS2, Devil May Cry foi muito bem recebido pela crítica devido à sua mecânica de combate e ação. O jogo recebeu quatro sequências e um reboot, e também foi relançado no pacote Devil May Cry HD Collection, que traz os três primeiros jogos da série remasterizados para PS3, PS4, Xbox 360, Xbox One, PC e Nintendo Switch.

Final Fantasy X

jogos
Final Fantasy X foi aclamado pela crítica – Foto: Reprodução/Square Enix

Em 2001, a franquia Final Fantasy já era uma gigante dos RPGs. Após os sucessos dos jogos anteriores da série, a Square Enix (na época ainda chamada de Squaresoft) precisou se superar para atingir as expectativas que os fãs tinham sobre o décimo jogo da série. E conseguiu.

O jogo superou as expectativas de venda e crítica da desenvolvedora japonesa, e é hoje visto como um dos jogos clássicos da série. Protagonizado pelos personagens Tidus e Yuna, a história se passa num mundo chamado Spira, que é habitado por diferentes raças porém predominantemente humanos.

O impacto de Final Fantasy X foi tão grande que o jogo foi o primeiro da história da franquia a receber uma sequência direta, intitulado Final Fantasy X-2, em 2003. Em 2013, Final Fantasy X e X-2 foram remasterizados e relançados para PS3, PS Vita, PS4, Xbox One e PC.

Super Smash Bros. Melee

Super Smash Bros. Melee foi um dos primeiros jogos lançado para GameCube, 20 anos atrás. – Foto: Reprodução/Nintendo

Como dito anteriormente, o GameCube foi um dos grandes destaques na indústria dos games em 2001, e junto com ele veio o segundo jogo da franquia Super Smash Bros.

Visto até hoje por parte da crítica e do público como o melhor jogo da série, Melee foi elogiado pelo seu gráfico, gameplay e trilha sonora. O jogo trazia todos os personagens que estavam presentes no game original de Nintendo 64, além de personagens novos como os da franquia Fire Emblem.

Melee consolidou o sucesso de Smash Bros, que teve três sequências até o momento, sendo Super Smash Bros. Ultimate o último lançamento da série, para Nintendo Switch.

Luigi’s Mansion

jogos
Luigi’s Mansion foi um dos jogos de lançamento do GameCube

Além de Smash Bros, o GameCube também foi o lar de uma nova franquia da Nintendo: Luigi’s Mansion, jogo de ação e aventura protagonizado pelo irmão de Mario.

Um dos grandes títulos do catálogo do GameCube, Luigi’s Mansion foi um dos jogos de lançamento do console, o que ajudou nas mais de 2,5 milhões de cópias vendidas do jogo.

Em Luigi’s Mansion, o jogador terá que caçar fantasmas de uma casa mal-assombrada para resgatar Mario, que desapareceu dentro da mansão. Com a ajuda de um cientista chamado Professor Elvin Gadd, o encanador bigodudo utilizará uma espécie de aspirador de pó (similar à mochila de protons de Caça-Fantasmas) e uma lanterna, a qual deve ser utilizada para atordoar os fantasmas e depois sugá-los.

O jogo teve seus gráficos, level design e gameplay elogiados, mas foi criticado por ser curto. Em 2018, o jogo teve um remake para o Nintendo 3DS que adicionou novos elementos e funcionalidades, além de gráficos e controles atualizados.

Luigi’s Mansion teve duas sequências, a última delas sendo Luigi’s Mansion 3, lançado em 2019 para Nintendo Switch.

Siga o The Squad no Twitter e fique por dentro das novidades!

Halo: Combat Evolved

Uma das mais importantes franquias da Microsoft, Halo é visto como jogo revolucionário do FPS moderno – Foto: Reprodução/Microsoft

Mais popularmente conhecido como Halo 1, Halo: Combat Evolved foi o primeiro jogo da maior franquia da Microsoft. Lançado originalmente para Xbox e desenvolvido pela Bungie, Halo se passa no século 26 e o jogador assume o controle de um soldado cibernético chamado Masterchief.

Halo é considerado um marco revolucionário para games de tiro em primeira pessoa (FPS) devido à modernização que trouxe ao gênero. Com a temática futurística, mecânicas e cena de combate memoráveis e uma ótima história, o jogo se tornou sucesso mundial e alavancou o Xbox, que foi lançado junto ao game.

O jogo recebeu diversas sequências e spin-offs, sendo a trilogia original desenvolvida pela Bungie e, após a saída do estúdio da Microsoft, a 343 Industries assumindo a produção de Halo 4 e 5. A franquia irá ganhar um novo jogo chamado Halo: Infinite, também desenvolvido pela 343 Industries, que tem previsão de lançamento para 2021.

Grand Theft Auto III

jogos
Polêmico, GTA III foi o primeiro jogo em 3D da série – Foto: Reprodução/Rockstar

Que GTA é sucesso mundial não é novidade, mas foi o terceiro jogo da série que deu início ao fenômeno do mundo dos games que conhecemos hoje. Os predecessores de GTA III eram em 2D com a perspectiva-fixa. Ou seja, a visão do jogador era por cima da cabeça dos personagens. Mas foi no terceiro jogo da série em que o mundo 3D de GTA surgiu.

GTA III promoveu essa mudança drástica, que permitiu um jogo de mundo aberto muito mais imersivo e detalhado. Desenvolvido pela DMA Design (atual Rockstar North) e lançado originalmente para PS2 e posteriormente para Xbox e PC, o game foi aclamado pela crítica principalmente pelo seu design de mundo aberto, história e personagens.

No entanto, GTA III não escapou de polêmicas e controvérsias. Devido à liberdade que o game proporcionou aos jogadores como matar civis inocentes, conteúdo sexual e violência contra policiais, o jogo chegou a ser banido de algumas lojas e até mesmo proibido de ser vendido na Austrália.

A franquia ficaria ainda maior com Vice City e San Andreas, além de GTA IV e V posteriormente. Porém, GTA III é tido como o responsável pela fórmula de sucesso da franquia.

Silent Hill 2

Silent Hill 2 solidificou a franquia como uma das mais importantes dos jogos de terror – Foto: Reprodução/Konami

O primeiro Silent Hill foi uma surpresa muito agradável para os fãs de jogos de terror. Até então, o gênero estava sendo dominado por Resident Evil, que teve seus dois primeiros jogos lançados em 1996 e 1998.

De fato, os jogos eram similares: um survival horror em terceira pessoa com gráficos escuros e uma gameplay engajante e ao mesmo tempo aterrorizante. Mas, ainda assim, Silent Hill eventualmente caiu nas graças do público e crítica, tornando-se um jogo icônico do gênero de terror.

Mas foi Silent Hill 2 que, de fato, trouxe um DNA icônico para a saga. A história do jogo foi elogiada pelos críticos na época, porém foram os gráficos e a ambientação do game que o tornaram tão marcante.

As transições suaves entre gameplay e cutscenes eram dignas de elogio e a atmosfera com as neblinas (que causavam uma sensação de claustrofobia aos jogadores) e demais aspectos de level design, combinados com a narrativa do game, fizeram com que Silent Hill 2 se tornasse uma das maiores franquias de jogos de terror da história.

Silent Hill 2 foi desenvolvido pela Team Silent e publicado pela Konami, e lançado originalmente para PS2 e Xbox.