A Nintendo revelou em comunicado à imprensa na manhã desta sexta-feira (4) que o Nintendo Switch chegará oficialmente ao Brasil em 18 de setembro pelo preço sugerido de R$ 2.999. O videogame será vendido em varejistas selecionados como Lojas Americanas e Magazine Luiza, assim como a loja virtual do Submarino. O controle Pro do Nintendo Switch e os controles Joy-Con adicionais, com diferentes opções de cores, também poderão ser encontrados nos mesmos revendedores.

Veja também:

nintendo switch brasil
Após cinco anos de hiato, Nintendo volta a atuar oficialmente no Brasil com lançamento oficial do Nintendo Switch. Foto: Divulgação/Nintendo

Segundo a empresa, o Nintendo Switch brasileiro poderá ser encontrado em duas opções de cores: uma com os Joy-Con cinzas e outra com os controles azul neon e vermelho neon. O console acompanhará também um suporte para os Joy-Con, um conjunto de alças, uma base para o Nintendo Switch, um cabo HDMI, um adaptador AC específico para o Brasil e um panfleto para início rápido em português do Brasil.

Siga o The Squad no Twitter e fique por dentro das novidades!

Com relação aos jogos, não há indicativos de que eles serão vendidos em mídia física de maneira oficial no país, pelo menos até o momento. A Nintendo ressalta que os usuários terão acesso a uma biblioteca com mais de 100 títulos através da Loja Nintendo, a loja digital oficial para a aquisição de games para Nintendo Switich. Além disso, os revendedores oficiais oferecem cartões com códigos de resgate para download desde 2018.

“Assim que o Nintendo Switch for lançado no Brasil em setembro, esperamos que o console ajude a trazer sorrisos aos rostos de todos aqueles que jogam”, disse Bill van Zyll, Diretor e Gerente Geral da América Latina na Nintendo of America. “Pessoas de todas as idades poderão desfrutar da natureza divertida e social que o Nintendo Switch oferece”, acrescentou.

O retorno da Nintendo ao Brasil marca o fim de um longo período de espera dos fãs brasileiros. Em 2015, a companhia havia deixado de atuar oficialmente no país culpando as elevadas taxas tributárias sobre importação, no entanto, desde 2018, a empresa começou a se reaproximar lentamente do consumidor brasileiro com participações em edições da Brasil Game Show.