Desde o momento que o filme do Sonic, o ouriço azul da SEGA, foi anunciado, muitas sobrancelhas se levantaram em tom de dúvida se uma adaptação live action de um dos mais famosos mascotes dos video games funcionaria. A indústria cinematográfica já não tem um histórico muito convincente de obras baseadas em jogos, pois acabam tomando decisões questionáveis seja em personagens, enredo ou fidelidade com os títulos originais que os fãs já conhecem.

Veja também:

Depois de um desastroso trailer de anúncio, com um visual duvidoso que mirava no realismo, os fãs fizeram suas reclamações e o estúdio resolveu ouvir e mudar todo o visual do personagem.

Com um visual mais parecido com o dos games, o filme teve algumas refilmagens e chegou aos cinemas em 13 de fevereiro de 2020. Para a surpresa de muitos, o longa se tornou o filme baseado em uma franquia de games com a maior arrecadação no primeiro dia com 57 milhões de dólares só nos Estados Unidos.

Sonic

Quando me sentei na sala de cinema com meus amigos para assistir ao filme, logo um sentimento de nostalgia e emoção tomou conta de mim. Mesmo que eu estivesse receoso e cauteloso com o caminho que o filme poderia traçar, desde o logotipo da Sega com menções a outros jogos e a primeira cena que destaca a clássica Green Hill Zone como o lar do Sonic, eu já estava satisfeito.

Para se adaptar ao contexto das telas de cinema e agradar novos públicos, a história e muitos temas centrais foram adaptados — mas não se preocupe, tudo foi feito de modo a respeitar a origem dos personagens e dando mais contexto para que um enredo, mesmo que simples, pudesse ser cativante.

Desde o primeiro e controverso trailer, Jim Carrey chamou a atenção pela sua interpretação de um dos vilões mais icônicos do mundo dos games. O ator entrega um Dr. Robotnik perfeito — caricato, mas engraçado —, não passando do ponto a deixar os espectadores incomodados com piadas.

Sonic

O Sonic, por sua vez, remete ao personagem das séries animadas Sonic X e Underground. Sempre elétrico e não dando respiro, o personagem, junto com seu amigo humano Tom, conseguem fazer sua road trip com sucesso de sempre manter o espectador ligado e atento aonde o filme quer levar.

Como não poderia deixar de ser, os easter eggs e demais referências interessantes estão espalhadas por todo o filme, desde sons dos jogos clássicos, piadas que os fãs conhecem, frases e muito mais.

Para quem não conhece o personagem, o filme funciona super bem como uma diversão descompromissada em família, com ótimas cenas de ação, piadas engraçadas e bons efeitos visuais. Esta sem dúvidas é uma das raras exceções de boas apostas de personagens dos games em produções cinematográficas e certamente gera expectativas para uma possível sequência.