A Riot Games inovou mais uma vez! Nesta terça-feira (23), a produtora anunciou o VCT Game Changers, um circuito competitivo de Valorant com uma série de campeonatos com premiações que, somadas, atingem R$ 460 mil. Este circuito é exclusivamente feminino e foi criado para dar mais espaço às mulheres do cenário competitivo no jogo e diminuir o machismo enraizado na cultura das pessoas.

Leia também:

valorant circuito feminino
Riot Games divulgou planos de investimento no cenário feminino de VALORANT. Imagem: valorantstrike.com

De acordo com a produtora, serão feitas duas edições do circuito ao longo de 2021, cada uma com quatro classificatórias abertas que darão vaga para dez campeonatos diferentes. Fique atenta, pois a primeira classificatória aberta está prevista para começar em março! No Brasil, a GamersClub ficará responsável pelas classificatórias abertas do campeonato, assim como nos eventos da Série Ignição e do First Strike.

Siga o The Squad no Twitter e fique por dentro das novidades!

Quanto à premiação, cada etapa contará com valores diferentes: R$ 20 mil para as classificatórias abertas, R$ 10 mil para os campeonatos e R$ 100 mil para o evento principal, totalizando R$ 460 mil. Tudo isso além do restante de investimentos de produção e conteúdo pela Riot Games durante todo o ano e competições paralelas não atreladas ao VCT Game Changers.

“conversando com a comunidade, entendemos que o primeiro desafio que temos na nossa frente é gerar mais oportunidades para que as jogadoras possam vivenciar a experiência profissional de torneios organizados. Criando mais torneios, damos um passo importante para o fomento do cenário feminino.”, afirmou Carlos “Cacophonie” Antunes, head de Esports da Riot Games no Brasil. “Com mais 20 campeonatos de VALORANT, entre independentes e oficiais, e incentivando a premiação das jogadoras, em 2021 damos início a uma jornada contínua. No futuro, certamente teremos novas iniciativas com ainda mais impacto na diversidade do competitivo de VALORANT no Brasil”, concluiu.