Neste fim de semana aconteceu a Free Fire Continental Series (FFCS), campeonato substituto do mundial de Free Fire por conta da pandemia de COVID-19. Dividido entre três regiões, o campeonato das Américas teve o pódio dominado por brasileiros, com a Team Liquid se consagrando com a grande campeã do maior torneio internacional da modalidade em 2020.

Veja também:

Com uma campanha sólida e consistente desde a LBFF, a Team Liquid fez ótimas apresentações e marcou um BOOYAH! na penúltima queda do dia. Ao final do dia, a liderança ficou empatada entre Santos e Liquid, mas pelos critérios de desempate, a Cavalaria garantiu a primeira colocação e com isso o título de campeã das Américas.

A Team Liquid levou pra casa o prêmio de US$ 80 mil, já o Santos HotForex e a SS Esports (2º e 3º colocados) levaram US$ 50 mil e US$ 30 mil, respectivamente. O campeonato internacional mostrou a dominância do Brasil na modalidade na região, com todos os BOOYAHS! sendo feitos por equipes brasileiras. Isso também fica muito bem evidenciado pela classificação final do torneio.

Siga o The Squad no Twitter e fique por dentro das novidades!

Free Fire Continental Series
As sete primeiras colocações do campeonato foram preenchidas por equipes brasileiras. Reprodução/Garena

Além do título, o jogador Lukas.TD da Team Liquid foi considerado o MVP (Most Valuable Player) da Free Fire Americas Series. O jogador acumulou 13 abates na série e foi crucial para o título da equipe.

Free Fire Continental Series
Lukas.TD também foi coroado MVP da FFCS Americas. Reprodução/Garena

A Free Fire Continental Series foi um sucesso de audiência, com a FFCS America alcançando o pico de 1,2 milhão de espectadores. Na região da EMEA (África, Europa e Oriente Médio) os números foram menores, com o máximo de 274 mil pessoas. Mas a região com o maior pico foi a da Ásia, que computou 1,5 milhão de espectadores.