O estúdio por trás de Crash Bandicoot 4: It’s About Time, Toys for Bob foi remanejado pela Activision e agora trabalha nos conteúdos da terceira temporada de Call of Duty: Warzone. O anúncio foi feito pelos perfis sociais do estúdio na manhã desta sexta-feira, dia 30 de abril. O battle royale é um grande sucesso comercial da Activision e já registra mais de 100 milhões de jogadores em apenas um ano desde o seu lançamento.

Veja também:

toys for bob
Crash Bandicoot 4 traz fórmula da trilogia clássica da franquia aliada a conceitos mais modernos. Foto: Divulgação/Activision

O estúdio alega estar orgulhoso em dar suporte ao desenvolvimento de Warzone e pediu para que todos esperem por novidades. Todavia, esta mudança de direcionamento acarretou demissões de funcionários. O designer de personagens e ilustrador Nicholas Kole, que trabalhou na Toys for Bob até janeiro deste ano em Crash Bandicoot 4, escreveu em seu perfil pessoal que este é o “fim de uma era” e desejou o melhor a todos os seus antigos colegas que continuam no estúdio.

De maneira semelhante, o game designer Blake Maloof, que também trabalhou na Toys for Bob, explicou que saiu em seus próprios termos. “Eu já queria uma mudança de qualquer forma, então isso apenas forçou minha decisão”, escreveu no Twitter.

Siga o The Squad no Twitter e fique por dentro das novidades!

toys for bob
Estúdio de Crash Bandicoot 4, Toys for Bob é remanejado para trabalhar em Call of Duty: Warzone. Foto: Divulgação/Toys for Bob

Esta decisão remete ao que aconteceu com o Vicarious Visions, estúdio que trabalhou originalmente em Crash Bandicoot N. Sane Trilogy e em Tony Hawk’s Pro Skater 1+2. Em janeiro deste ano, foi anunciado que o estúdio se fundiu à Blizzard (que também pertence à Activision) para trabalhar nas suas propriedades intelectuais. Atualmente, a Vicarious Visions está envolvida em Diablo 2 Resurrected, que deve chegar ao PC e consoles ainda em 2021.

Crash Bandicoot 4: It’s About Time foi lançado originalmente 16 de outubro de 2020 para PlayStation 4 e Xbox One. Posteriormente, o jogo recebeu versões para PlayStation 5, Xbox Series X/S e PC, através da Battle.NET — plataforma que também pertence à Activision. O jogo foi aclamado pela crítica especializada e pelos fãs; confira o review do The Squad.